Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

municipio

Incêndios Florestais

Nos últimos anos, em Portugal, temos assistido à destruição de milhares de hectares de floresta, sendo os Incêndios florestais, a mais grave catástrofe natural. O Concelho de Ponte de Lima, não tem sido exceção a esta situação.

Para além dos riscos ambientais e económicos, existe também o perigo das habitações que se localizam perto da floresta e as respectivas populações, podendo levar à perda de vidas humanas e de bens materiais. Como consequência dos incêndios podem surgir outro tipo de riscos relacionados com a erosão do solo, como as cheias e inundações.

Apesar de serem uma catástrofe de origem natural, uma vez que ocorrem em áreas de floresta e se propagam de acordo com as condições ecológicas e meteorológicas, são na maioria das vezes provocados pelo Homem, umas vezes intencionalmente, outras por negligência. O risco de incêndio é maior nos dias mais quentes, com muito vento e humidade baixa, o que acontece normalmente no verão, sendo por isso definido um período crítico de Incêndios Florestais durante o qual é OBRIGATÓRIO adoptar algumas medidas preventivas.

tabelafogos

Normalmente este período decorre entre 1 de julho e 30 de setembro, é definido por Portaria, podendo ser alterado anualmente tendo em conta as condições meteorológicas. No Concelho de Ponte de Lima, e de acordo com os dados da Autoridade Florestal Nacional, nos últimos dez anos (1999 - 2008) registaram-se 2713 ocorrências, perdendo-se neste período 11.816,54 hectares de floresta, sendo aproximadamente 40% da área ocupada por povoamentos e os restantes 60% por áreas de mato.

Pela análise dos dados pode-se verificar que os anos mais críticos em número de ocorrências, foram os de 2002 (473 ocorrências), 2005 (421 ocorrências), 2004 (320 ocorrências) e 2000 (304 ocorrências). Em relação à área ardida, só nos anos de 2002 e 2005, registou-se mais de metade do valor total (aproximadamente 58%).

Pode-se também concluir que a área ardida não é proporcional ao número de ocorrências, pois o ano de 2004, foi dos que teve um maior número e pouca área ardida.
graficofogos

Todos os anos os Incêndios Florestais são responsáveis pela destruição de vários hectares de floresta, pondo em perigo pessoas e bens e causando vários prejuízos, não só ambientais como também sociais e económicos. As causas são várias, mas muitos acontecem por negligência.


Consulte os seguintes documentos: