Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

municipio

Vestígio | Joana Providência sobre Fotografias de Georges Dussaud | 26 de janeiro – 21h30 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

Cultura
Banner vestigio 1 1024 1000
24 Janeiro 2018

A dança contemporânea é a área artística que o Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, propõe para a próxima sexta-feira, 26 de janeiro, a partir das 21h30, com a apresentação de Vestígio, de Joana Providência sobre fotografias de Georges Dussau, uma coprodução do Teatro Municipal de Bragança, Teatro do Bolhão e do Teatro Municipal de Vila Real, com o apoio do Centro de Fotografia Georges Dussaud, da comunidade (Universidade Sénior de Bragança e outros) e Espaço Miguel Torga, em São Martinho de Anta.

“A peça "é uma criação original que retrata, através da obra de Georges Dussaud, uma viagem a Trás-os-Montes" e na qual "o espetador tem acesso ao seu percurso, às suas memórias, à forma como regista as pessoas, as paisagens e as sensações e lhes dá corpo através da sua forma de fixar o instante", segundo os promotores.

O espetáculo é dirigido por Joana Providência e "conjuga atores e bailarinos, conduzindo o público para a vida, para os rituais e para as paisagens" que o fotógrafo regista na sua obra.

"A encenação é um constante diálogo entre a imagem projetada e a relação com os intérpretes (António Júlio, Daniela Cruz, João Vladimiro, Vera Santos e Maria Falcão), promovendo assim uma forte ligação entre a fotografia e a representação", de acordo com o resumo de apresentação do espetáculo.” (Diário de Notícias)

Como se disse, o espectáculo é uma viagem a Trás-os-Montes através da obra de Georges Dussaud.

Este trabalho coreográfico conjuga actores e bailarinos num mergulho no universo do fotógrafo e transporta o público para o pulsar da vida, para os rituais e para as paisagens que habitam a sua obra. O projecto é um constante diálogo entre a imagem projectada e a sua relação com os intérpretes numa espécie de contracena, promovendo uma forte ligação onde a fotografia e os corpos se prolongam, diluem e desdobram num sem fim de leituras.

“Vestígio constrói-se a partir de transparências, sobreposições e sequências em que cinco intérpretes compõem e desconstroem retratos e quadros de um quotidiano de outros tempos.

Há uma contracena e um diálogo direto com as fotografias de Georges Dussaud e os intérpretes, onde são abordados temas sociais como o pão, o trabalho, a matança do porco, a infância, a escola, o recreio, o campo ou as estações do ano.” (Maria Beatriz Viana, espalhafactos.com)

Fotografias GEORGES DUSSAUD, Direcção JOANA PROVIDÊNCIA, Intérpretes cocriadores ANTÓNIO JÚLIO, DANIELA CRUZ, JOÃO VLADIMIRO, VERA SANTOS e MARIA FALCÃO (estagiária), Apoio dramatúrgico RAQUEL S.. Cenografia CRISTÓVÃO NETO. Desenho de Luz MÁRIO BESSA, Música PEDRO ‘PEIXE’ CARDOSO, Figurinos LOLA SOUSA, Assistência de Cenografia e Adereços FILIPE MENDES e CHARLOTTE HERMANT (estagiária), Direcção de Produção GLÓRIA CHEIO e PEDRO APARÍCIO, Direcção Técnica MÁRIO BESSA, Direcção de Cena ARMANDA ANDRADE, Montagem de Luz TIAGO SILVA e JOÃO MONTEIRO, Operação e Montagem de Som FÁBIO FERREIRA, Operação de Luz e Vídeo PEDRO CORREIA e TIAGO SILVA, Montagem e Apoio Vídeo JOÃO MARTINS, Maquinaria de Cena ANTÓNIO QUARESMA, Execução de Figurinos MARIA DA GLÓRIA COSTA, Produção Executiva ROSA BESSA, Apoio à Montagem Técnica CARLOS QUEIROZ, FRANCISCO ALVES,JOÃO BRITO, LEANDRO LEITÃO, MIGUEL BARROS, RAFAEL COUTO e RUI VERMELHO.

Maiores de 12 anos. Bilhetes à venda (3,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.