Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

municipio

Boletim Municipal, Nº 3, julho de 1996

Boletim Municipal
Bm3 1 1024 2500

Editorial

Quem hoje passa os olhos pelo concelho de Ponte de Lima verifica que algo está a acontecer e que faz antever uma alteração gradual e positiva de quase todas as infraestruturas que marcam a qualidade de vida das pessoas.

Apesar das conjunturas económica e social, a nível nacional e internacional, não serem as mais favoráveis, há algo que nos faz acreditar e ter esperança que outros tempos bem melhores se avizinham para o nosso concelho. É pois urgente, aproveitar esse tempo e colocá-lo ao nosso dispor, sem hesitações.

As novas acessibilidades vão melhorando rapidamente a comunicação entre todas as freguesias e entre todos os lugares de cada uma delas. As grandes vias de acesso, como a autoestrada, vão colocar o concelho no centro estratégico das comunicações, permitindo-lhe uma acrescida competitividade aos mais diversos níveis.

A revitalização urbana de Ponte de Lima toma novas dimensões - nunca antes vistas, em tão curto espaço de tempo -, facto que lhe permite encarar o futuro com assinalável otimismo. Primeiro foi a recuperação do Centro Histórico; depois a construção do Palácio da Justiça e o início das obras do Plano de Valorização das Margens; em seguida a construção dos Novos Paços do Concelho e a remodelação completa dos sistemas de saneamento básico e de das as infraestruturas urbanísticas da sede do Concelho. Agora vão começar as construções do Centro Náutico e do Açude, bem como a recuperação do Teatro Diogo Bernardes e do antigo Matadouro para dinamizar os sectores cultural e educativo. 0 Centro de Saúde foi adjudicado e o Pavilhão Gimnodesportivo o de Arcozelo está pronto para funcionamento, constituindo um equipamento de excelente qualidade para a cultura física e para a ocupação sadia dos tempos livres de toda a população.

O abastecimento de água teve um incremento superior a 30% nos dois últimos anos. Os projetos de construção de nova estruturas de saneamento básico e abastecimento de água estão em movimento de interligação com os outros municípios do Vale do Lima. A recolha e tratamento dos resíduos sólidos tem uma solução traçada a bem curto prazo que nos permite assegurar a máxima segurança e a mais alta qualidade.

Quando fazemos algo com entusiasmo e quando acreditamos naquilo que fazemos ficamos certos que os resultados chegarão para bem de todos e para negação da teimosia dos que apostam no insucesso daqueles que se dedicam com alma e coração.

Gostar de Ponte de Lima, mais do que fazer a obra é não estragar a admirável obra da natureza e de muitos séculos de História e Cultura.

Daniel Campelo
Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima

Boletim

Boletim Municipal, N.º 3, 1996