Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

visitar

Hamlet, pela Companhia do Chapitô

Cultura
Hamlet banner 1 1024 2500
13 Abr
Adicionar a calendário 2019-04-13 22:00:00 2019-04-13 22:00:00 Europe/Lisbon Hamlet, pela Companhia do Chapitô

+ Teatro

Teatro Diogo Bernardes

+ Teatro

A 13 de Abril, às 22h00, no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, Hamlet, pela Companhia do Chapitô, com criação colectiva e direcção de José Carlos Garcia, Cláudia Nóvoa e Tiago Viegas.

Hamlet foi eleita uma das 10 Melhores Peças de Teatro de 2018, escolhidas por Rui Monteiro da Time Out Lisboa. “Com quatro corpos e uma mão-cheia de gravatas, a Companhia do Chapitô atira-se mais uma vez aos clássicos com uma dramaturgia que não deixa pedra sobre pedra deste monumento teatral, com o bónus do efeito secundário do riso compulsivo.” “É convite que não se pode recusar (…) um clássico feito em pedaços e remontado depois de devidamente infectado pelo humor desconcertante e cáustico da Companhia do Chapitô.
Rui Monteiro in Time Out Lisboa

“É de novo Shakespeare (1564-1616) que a Companhia nos convida a revisitar (…) o resultado é deveras excelente. (…) Cenas antológicas, como a do afogamento de Ofélia (…). Sob o olhar atento e a direcção artística de Cláudia Nóvoa, José Carlos Garcia e Tiago Viegas, os bravos obreiros deste artefacto – os atores – surgem concentrados, profundamente empenhados e, de facto, criando um mundo hipnótico, num tour de force que nos encanta e a merecer o nosso forte aplauso.”
Helena Simões in Jornal de Letras

A 36.ª criação colectiva da Companhia do Chapitô segue as linhas mestras do texto original do escritor e dramaturgo inglês William Shakespeare, mas propõe uma reflexão despretensiosa, mordaz e pejada de humor sobre vários aspectos da realidade física e social. Segundo Claúdia Nóvoa, coreógrafa da peça, “é uma outra maneira de contar a história, procurando encontrar o absurdo e o insólito das situações, derrubando pelo caminho as paredes que limitam a imaginação do público”.
Neste “Hamlet”, o enredo é transposto para a modernidade, fazendo uma analogia entre o outrora Reino da Dinamarca, onde tem lugar a peça original, e uma qualquer empresa multinacional dos tempos actuais. Pese embora o tempo – cronológico entenda-se – decorrido entre uma peça e outra, as temáticas abordadas permanecem as mesmas. Fala-se de traição, abuso e jogos de poder, de assédio, da procura voraz e sem escrúpulos do lucro e de inafectividade.
Na inexistência de cenário e usando um figurino simples e contemporâneo (fato e gravata), o trabalho do actor não fica restringido à representação ou interpretação de uma personagem, até porque todos são Hamlet. Nesta adaptação surpreendente, inteligente e imaginativa comunica-se com a palavra mas também com o corpo, com o gesto, com o som. O hiper-realismo da peça e o recurso constante a onomatopeias transporta o público para uma viagem verdadeiramente sensorial e cinematográfica.

Criação Colectiva | Companhia do Chapitô
Direcção: José Carlos Garcia, Cláudia Nóvoa e Tiago Viegas
Interpretação: Jorge Cruz, Susana Nunes, Patrícia Ubeda e Tiago Viegas
Direcção de produção: Tânia Melo Rodrigues
Desenho de Luz: José Carlos Garcia
Design Gráfico: Sílvio Rosado
Divulgação: Cristina Carvalho
Fotografias: Susana Chicó
Video Spot: Joana Domingues e Bruno Gascon
Costureira: Teresa Machado
Estagiários: Carolina Caramelo e Pedro Esteves
Operação de Luz em digressão: David Florentino / Paulo Cunha

Horário:

22h00

Local:
Teatro Diogo Bernardes
Preço:

4,00€

Informação adicional:

Os bilhetes (4,00€) serão disponibilizados a partir das 9h00 do próximo dia 28 de Fevereiro (quinta-feira).

O número máximo de entradas a adquirir será de 4 bilhetes por pessoa, apenas no caso de existirem filas para a procura dos mesmos, podendo ir até ao máximo de 6 bilhetes por pessoa no caso de espectadores que pretendam adquirir a totalidade de lugares de uma frisa ou camarote de 1.ª classe ou camarote de 2.ª classe, com esse número de lugares (6 lugares), conforme constar na planta de lugares publicitada na Bilheteira do Teatro Diogo Bernardes e no website municipal, também apenas no caso de existirem filas para a procura dos mesmos (http://www.cm-pontedelima.pt/thumbs/uploads/writer_file/image/2230/MapaTDB_Final_1_1024_2500.jpg).

Relativamente aos pedidos realizados por correio electrónico, apenas serão atendidos os recebidos a partir da hora e data de disponibilização na bilheteira física, divulgada no mural oficial do facebook, nas mesmas condições acima indicadas e após serem satisfeitas as aquisições presenciais.

Maiores de 12 anos.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.