Passar para o Conteúdo Principal Top

covid-19_icon_300px-02

Logótipo

municipio

Alguém Terá de Morrer

Cultura
Alguem banner evento f 14 maio 1 1200 800
14 Mai
Adicionar a calendário 2021-05-14 20:00:00 2021-05-14 20:00:00 Europe/Lisbon Alguém Terá de Morrer + Teatro NOVA DATA / REAGENDAMENTO(Espectáculo inicialmente previsto para 22 de janeiro de 2021) Teatro Diogo Bernardes

+ Teatro

NOVA DATA / REAGENDAMENTO
(Espectáculo inicialmente previsto para 22 de janeiro de 2021)

A 14 de maio, às 20h00, no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, o espectáculo de teatro Alguém Terá de Morrer, texto de Luiz Francisco Rebelo, pelo Duplaface – Companhia das Artes, com adaptação e encenação de Sílvia Barbosa e Rui Mendonça

Alguém Terá de Morrer, de Luiz Francisco Rebelo

Duplaface – Companhia das Artes

Alguém Terá de Morrer, peça de Luiz Francisco Rebelo, foi representada, pela primeira vez, em 1956, no Teatro Nacional.

Apesar da distância temporal que a separa dos dias de hoje, ela revela-se de uma extraordinária actualidade: a tensão dramática constrói-se a partir de uma espécie de tribunal de consciências, espoletada pela visita estranha de um desconhecido, que anuncia a morte de um dos membros de uma família burguesa, a ocorrer impreterivelmente até à meia-noite daquele dia. O equilíbrio precário de aparências vai trazer à superfície conflitos geracionais, sentimentos ocultos e práticas de vida socialmente pouco recomendáveis, até à consumação da tragédia final.

Ficha Artística e Técnica
Adaptação e encenação: Sílvia Barbosa e Rui Mendonça
Assistência de encenação: Susana Luciano
Construção de espaço cénicos e adereços: Álvaro Castro, António Vale, Conceição Portela, Domingos Gonçalves e Duplaface – Companhia das Artes
Desenho de luz: Mário Simões
Sonoplastia: Sílvia Barbosa e Rui Mendonça
Operação de som: Sílvia Barbosa
Apoio à produção: Paulo Alves
Figurinos: Duplaface – Companhia das Artes
Imagem do cartaz: Doroteia Fernandes (Grafislimia)

Elenco:
Augusta: Albertina Fernandes
Marta: Susana Luciano
Rui: Stefan Baptista
Gabriela: Beatriz Gonçalves
Vítor Manuel: Miguel Máximo
Desconhecido: Margarida Dias

Contatos:
acra.geral@gmail.com / 00351 96 24 71 681
https://www.facebook.com/GrupoTeatroDuplaface 

Horário:

20h00

Local:
Teatro Diogo Bernardes
Preço:

Os bilhetes (4,00€) estão disponibilizados na bilheteira electrónica (https://www.bol.pt/Comprar/Bilhetes/93153-alguem_tera_de_morrer_duplaface_companhia_das_artes-municipio_de_ponte_de_lima)

O número máximo de entradas a adquirir na bilheteira física, apenas no caso de existirem filas, será de 4 bilhetes por pessoa, cumprindo-se a lotação estabelecida em cumprimento do Plano de Contingência Covid-19, de acordo com a planta da sala adaptada em função do mesmo (https://www.facebook.com/teatro.diogo.bernardes/photos/pcb.3457943540904166/3457846717580515/).

- Lugares individuais na plateia e para coabitantes (2, 3 e 4 lugares) nas frisas e camarotes.
- Os bilhetes para as frisas e camarotes serão vendidos em bloco, na totalidade dos lugares.

Maiores de 6 anos.


Os bilhetes adquiridos são válidos para a nova data e os espectadores que queiram efectuar a devolução devem fazê-lo nos respectivos locais de compra.

A devolução na bilheteira física do Teatro Diogo Bernardes será a partir da data fixada para uma nova abertura ao público do edifício e por um período de 30 dias.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

Informação adicional:

MUITO IMPORTANTE:
- As portas abrirão, pelo menos, uma hora antes do início dos espectáculos e pede-se aos espectadores que compareçam mais cedo, com, pelo menos, meia-hora de antecedência para se efectuarem todos os procedimentos de segurança.
- Os espectáculos terão início à hora marcada.
- Não será permitida a entrada após o início dos espectáculos.
- Os espectadores devem cumprir rigorosamente todas as instruções dos assistentes de sala, devidamente identificados e em nenhum caso poderão trocar de lugares ou deslocar-se pelo recinto sem motivo justificado.
- No final de cada espectáculo, os espectadores deverão, obrigatoriamente, permanecer sentados nos seus lugares até serem instruídos pelos assistentes de sala para abandonar o recinto, por local diferente da entrada, de forma disciplinada e respeitando o distanciamento físico.

POR FAVOR, NÃO ESQUEÇA:
- É obrigatório o distanciamento físico de 2 metros no acesso ao recinto e às bilheteiras (a lotação da bilheteira do Teatro Diogo Bernardes é de 1 pessoa).
- É obrigatória a medição de temperatura de todos os presentes, sem registo escrito, à entrada do recinto.
- É obrigatória a higienização das mãos à entrada no recinto.
- É obrigatório o uso de máscara por parte do público durante todo o tempo dos espectáculos.
- A abertura do teatro será antecipada para assegurar o acesso atempado ao mesmo, devendo os espectadores dirigir-se de imediato aos lugares indicados pelos assistentes de sala, cumprindo rigorosamente as instruções dos mesmos.
- A permanência nos locais de atendimento deve ser limitada ao tempo estritamente necessário à realização do atendimento.
- O bar do Teatro Diogo Bernardes encontra-se encerrado.
- Nas instalações sanitárias, feminina e masculina, apenas serão permitidas duas pessoas em simultâneo, situação que será sempre controlada por um assistente de sala à entrada das mesmas.
- Não será permitida a permanência de espectadores no interior do Teatro Diogo Bernardes após o final dos espectáculos.

Agradecemos a colaboração de todos para continuarmos a oferecer Serviço Público de Cultura.