Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

municipio

Exposição "ARTE QUE SAI DA TERRA – Raízes profundas de ser Minhoto"

Cultura
Arte terra banner 1 1200 800
02 a 27 Out
Adicionar a calendário 2020-10-02 17:00:00 2020-10-27 17:30:00 Europe/Lisbon Exposição "ARTE QUE SAI DA TERRA – Raízes profundas de ser Minhoto" Torre da Cadeia Velha

De 2 a 27 de outubro, está patente na Torre da Cadeia Velha a Exposição Exposição "ARTE QUE SAI DA TERRA - Raízes profundas de ser Minhoto".

A cultura constitui uma referência básica para o entendimento do social e do político, definindo a matriz e o suporte da identidade, da tradição e da memória de qualquer povo e de qualquer sociedade.
Ponte de Lima tem no campo, na terra, na agricultura, as suas raízes mais profundas. O culto pela terra como herança, como fonte de rendimento e sobrevivência, como o ventre de uma mãe que presenteia os seus frutos depois de muito esperar, muito cuidar, com fé e sacrifício humano. Na espera: rezas, as mulheres bordavam, criavam filhos, cuidavam dos animais e para afastar a mágoa ou o cansaço tocavam e cantavam. Quando a colheita era boa vestiam os melhores fatos, compravam as raparigas ouro, faziam festa com danças e cantares, partilhavam aquilo que colhiam, para agradecer à mãe terra.
Porque ser Minhoto é ser trabalhador, ser humilde e muito alegre!

Fernando Cerqueira é licenciado pela faculdade de Belas Artes de Toulouse, em França. Professor do Grupo de Artes Visuais, exerce a docência no Agrupamento de Escolas de Valdevez desde 2001. Filho de emigrantes instalados em Bordéus, decidiu voltar ao reencontro das suas raízes minhotas, divulgando a sua paixão pelas artes plásticas.

Sónia Rodrigues é natural de Fontão, Ponte de Lima e residente em Viana do Castelo. Sempre cultivou o gosto pelas diversas formas de arte, fazendo várias formações para aprender e aperfeiçoar técnicas de escultura, desenho e pintura, o que lhe permitiu ser formadora em áreas artísticas. Em 2010 criou Maria Kabaça: peças de artesanato em cabaças com motivos e inspiração dos trajes e bordados minhotos.

Victor Roriz, descendente de família de fotógrafos, iniciou-se na fotografia com o seu pai em Viana do Castelo. Com uma vasta formação na área do audiovisual, trabalhou com diversas entidades, com destaque para a RTP e TVI e continuidade a empresa do seu pai com mais de 100 anos de história.

Horário:

Todos os dias, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30

Local:
Torre da Cadeia Velha
Preço:

Entradas gratuitas