Passar para o Conteúdo Principal Top

covid-19_icon_300px-02

Logótipo

municipio

Alma

Cultura
Alma banner evento f 1 1024 2500
20 Nov
Adicionar a calendário 2020-11-20 20:00:00 2020-11-20 20:00:00 Europe/Lisbon Alma + Teatro Teatro Diogo Bernardes

+ Teatro

A 20 de Novembro, às 20h00, o Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, apresenta o espectáculo de teatro Alma, pela A Turma, com texto e encenação de Tiago Correia, estreado a 25 de Setembro passado.

Alma

Alma é uma peça sobre a juventude, a solidão e a possibilidade de confiança na amizade e no amor. A importância de que se revestem os laços familiares e a transmissão de valores entre gerações são alguns dos temas abordados.

É retratado um episódio de viragem na vida conturbada de um adolescente. Impossibilitado de se mover após um acidente, um rapaz passa os dias no sótão da casa dos avós, a olhar pela janela. As visitas do amigo, da namorada e de uma desconhecida vão precipitar a revelação do que verdadeiramente aconteceu.

Foi distinguida com o Grande Prémio de Teatro Português SPA 2018. O júri realçou a qualidade da obra, as personagens apresentam-se com uma autenticidade surpreendente: num texto que dirige um olhar lúcido e questionador sobre a futilidade do mundo contemporâneo.

Tiago Correia. Tomar, 1987. Licenciado em Teatro-Interpretação e Pós-Graduado em Dramaturgia e Argumento, pela ESMAE. Cofundou A Turma, em 2008, assumindo a sua direcção artística desde 2018. É actor, encenador, dramaturgo, professor de interpretação e músico da banda Les Saint Armand. Encenou pelA Turma, História de Amor (Últ. Cap.), de Jean-Luc Lagarce, Do Discurso Amoroso, a partir de Roland Barthes, Gaspar, de Peter Handke, A Noite Canta, de Jon Fosse e, da sua autoria, Pela Água, Turismo e Alma. Autor de peças de teatro, filmes e audiowalks, com obra publicada, recebeu por duas vezes o Grande Prémio de Teatro da SPA, com os textos Pela Água (2016) e Alma (2018).

  • Texto e encenação: TIAGO CORREIA
  • Interpretação: BERNARDO GAVINA, INÊS FILIPE, RAFAEL FERREIRA e TELMA CARDOSO
  • Cenografia: ANA GORMICHO
  • Figurinos: SARA MIRO
  • Desenho de luz: PEDRO NABAIS
  • Música original: ANDRÉ JÚLIO TEIXEIRA
  • Vídeo e fotografia: FRANCISCO LOBO
  • Desenho de som: JOEL AZEVEDO
  • Direcção técnica: ZÉ DIOGO CUNHA
  • Operação de som: LEANDRO LEITÃO
  • Design gráfico: FRANCISCO RIBEIRO
  • Assistência à criação e produção executiva: MARIA PINTO
  • Produção administrativa e executiva: LUDOVICA DADDI e MAFALDA BASTOS
  • Produção: A Turma
  • Coprodução: Teatro Nacional São João e Teatro Virgínia
  • Parceiros: Theatro Circo, Teatro Municipal da Guarda, Teatro Diogo Bernardes e Teatro do Noroeste - Centro Dramático de Viana
  • Apoios: A Turma, A Liga, Fundação Escultor José Rodrigues, Antena 2, FNAC Santa Catarina, Rádio Nova, Revista Intro, Revista Gerador
  • Mecenas: A Turma, Brochado Coelho e Associados e Central de Informação
  • Classificação etária: >14
  • Duração: 75 minutos (máx. previsto)
  • Agradecimentos: Daniel Teixeira, Gaia Ortopédica, João Figueiredo, MobileBrains Tecnologias Lda, Pedro Figueiredo, Prosma Lda - Soluções Construções, Ricardo Cruz - Informática, Sofia Fernandes, Teatro Municipal do Porto - Rivoli, Zé Diogo Cunha
Horário:

20h00

Local:
Teatro Diogo Bernardes
Preço:

Brevemente informações sobre venda de bilhetes.

Maiores de 14 anos.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

Informação adicional:
MUITO IMPORTANTE:
- As portas abrirão, pelo menos, uma hora antes do início dos espectáculos e pede-se aos espectadores que compareçam mais cedo, com, pelo menos, meia-hora de antecedência para se efectuarem todos os procedimentos de segurança.
- Os espectáculos terão início à hora marcada.
- Não será permitida a entrada após o início dos espectáculos.
- Os espectadores devem cumprir rigorosamente todas as instruções dos assistentes de sala, devidamente identificados e em nenhum caso poderão trocar de lugares ou deslocar-se pelo recinto sem motivo justificado.
- No final de cada espectáculo, os espectadores deverão, obrigatoriamente, permanecer sentados nos seus lugares até serem instruídos pelos assistentes de sala para abandonar o recinto, por local diferente da entrada, de forma disciplinada e respeitando o distanciamento físico.
POR FAVOR, NÃO ESQUEÇA:
- É obrigatório o distanciamento físico de 2 metros no acesso ao recinto e às bilheteiras (a lotação da bilheteira do Teatro Diogo Bernardes é de 1 pessoa).
- É obrigatória a medição de temperatura de todos os presentes, sem registo escrito, à entrada do recinto.
- É obrigatória a higienização das mãos à entrada no recinto.
- É obrigatório o uso de máscara por parte do público durante todo o tempo dos espectáculos.
- A abertura do teatro será antecipada para assegurar o acesso atempado ao mesmo, devendo os espectadores dirigir-se de imediato aos lugares indicados pelos assistentes de sala, cumprindo rigorosamente as instruções dos mesmos.
- A permanência nos locais de atendimento deve ser limitada ao tempo estritamente necessário à realização do atendimento.
- O bar do Teatro Diogo Bernardes encontra-se encerrado.
- Nas instalações sanitárias, feminina e masculina, apenas serão permitidas duas pessoas em simultâneo, situação que será sempre controlada por um assistente de sala à entrada das mesmas.
- Não será permitida a permanência de espectadores no interior do Teatro Diogo Bernardes após o final dos espectáculos.
Agradecemos a colaboração de todos para continuarmos a oferecer Serviço Público de Cultura.