Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

municipio

Executivo Municipal de Ponte de Lima Visita a Quinta do Ameal

Turismo
Visita executivo municipal quinta do ameal 1 1024 800
30 Julho 2018

No âmbito da política de apoio às empresas instaladas no Concelho, o Executivo Municipal visitou, na passada quinta-feira, a Quinta do Ameal.

Dedicada há vários anos, à produção de vinhos brancos de casta Loureiro, a Quinta do Ameal produz, desde 2005, exclusivamente a partir de uvas cultivadas organicamente na própria quinta. 14 dos seus 30 hectares são cobertos por área cultivada de vinha.

Esta empresa exporta os seus vinhos para mais de 15 países, e é já referência mundial a nível da casta Loureiro. Nas palavras de Pedro Araújo, proprietário da Quinta, “a viticultura orgânica faz com que estes sejam vinhos únicos”.

“É o nosso objetivo, dar a conhecer aquilo que de melhor há no Concelho, na Região, e neste caso concreto, dar a conhecer aquilo que de melhor se faz no país”, referiu Victor Mendes, Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima. “Ao longo dos últimos anos, esteve em marcha um processo de reconversão da área da viticultura, e hoje contamos com um produto que é reconhecido a nível nacional e internacional, e que está nos melhores restaurantes do mundo”, acrescentou.

Dedicada também ao turismo, que o autarca apelida “de qualidade”, a Quinta do Ameal “gera riqueza, e cria emprego”. Para o edil, “esta casta que nos distingue, tem um grande retorno económico para os agentes ligados ao setor, (…) o Loureiro do Vale do Lima, é uma casta com um potencial enorme, justificando o trabalho que procuramos fazer, nomeadamente com o Loureiro de Ponte de Lima ConVida”.

“A economia do Concelho assenta numa complementaridade de atividades”. É portanto necessário, nas palavras de Victor Mendes, “fixar investimento, de forma a dinamizar o tecido empresarial, e subsequente retorno na indústria.” Certo, é que “há cada vez mais empresas fixadas no Concelho”, fator “decorrente de incentivos municipais”.

“Cada vez há mais jovens com espírito empreendedor, aptos a abraçar este tipo de iniciativas, e para dar resposta com qualidade, a estes projetos enquadrados no desenvolvimento do território, é fundamental criar condições para os investidores, e qualificar cada vez mais os nossos ativos. Este é certamente o desígnio nacional, já que hoje não é possível enquadrar o desenvolvimento de um território sem apostar na formação de concidadãos, já que este é catalisador de riqueza, de emprego, e de investimento”.

“Este é um dos grandes projetos do Concelho que tivemos a oportunidade de visitar, como viremos a ter ainda a diversas outras empresas”, disse. Estas visitas in loco às unidades empresariais e aos respetivos projetos do concelho vão continuar, como forma de auscultar as dificuldades sentidas e as perspetivas de futuro, considerando o Executivo Municipal que são as suas competências, para a sustentabilidade e progresso do nosso tecido empresarial.

image title
image title
image title