Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

municipio

Executivo Municipal Visita obras da Nova Etar de Anais, Fornelos e Queijada e Rebordões Souto

AmbienteAutarquia
Img 0554 1 1024 1000
16 Fevereiro 2018

O Executivo Municipal de Ponte de Lima visitou no passado dia 14 de fevereiro as obras de construção da nova Etar, instalada em Rebordões Souto, com área de abrangências às freguesias de Anais, Fornelos e Queijada, e Rebordões Souto.

Esta visita insere-se no “conjunto de obras que o Município está a efetuar em áreas consideradas prioritárias, enquadrando-se na política de investimento que a Autarquia deliberou no que respeita ao Alargamento da Rede de Saneamento do concelho”, disse o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Victor Mendes.

A Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos será uma infraestrutura compacta e modular e terá capacidade para servir uma população total de 3500 habitantes.

O esquema de tratamento desenvolvido é o que se afigura mais vantajoso, quer em termos económicos, quer em termos operacionais, tendo em consideração o quantitativo populacional a servir e o quadro normativo aplicável à descarga das águas residuais. O sistema de tratamento preconizado é composto por uma fase líquida e uma fase sólida. A fase líquida tem por base um sistema de tratamento biológico por lamas ativadas de biomassa fixa, operado em regime de arejamento prolongado. O tratamento biológico será precedido de uma gradagem grossa manual seguida de um pré-tratamento, constituído pelas operações de tamisação, desarenamento e desengorduramento. Posteriormente o efluente será encaminhado para os decantadores secundários, que permitirão a separação da fase líquida da fase sólida.

No que se refere à fase sólida, o tratamento de lamas compreende a elevação das lamas em excesso para espessamento, a realizar num espessador gravítico de secção circular, a transferência das lamas para a desidratação por centrífuga e o armazenamento das lamas desidratadas em silo e posteriormente encaminhadas para aterro sanitário.

Filipe Amorim, Presidente da Junta de Freguesia de Rebordões Souto, considerou que se trata “de um investimento positivo (..) faz parte do nosso trabalho, ajudar a Câmara Municipal a identificar a zona mais adequada para a instalação de uma infraestrutura deste género.”

Ao aprovar a execução de redes de drenagem nas freguesias de Anais, Fornelos e Queijada e uma pequena parte de Rebordões Souto, a Câmara Municipal optou por edificar a Etar nesta última freguesia por se tratar de uma localização que permite, no futuro, o alargamento das redes e o aumento da disponibilidade de recolha de efluentes. Desta forma, a autarquia está a dar continuidade à política de investimento do Município no que respeita ao Alargamento da Rede de Esgotos do Concelho, tendo em vista a melhoria do meio ambiente e melhores condições de vida dos seus munícipes.

Img 0550 1 1366 728
Img 0956 1 1366 728
Img 0964 1 1366 728
Img 0965 1 1366 728
Img 0554 1 1366 728