Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

visitar

A Última Estação, de Elmano Sancho

Cultura
A ultima estacao banner 1 1024 2500
22 Mar
Adicionar a calendário 2019-03-22 10:42:00 2019-03-22 10:42:00 Europe/Lisbon A Última Estação, de Elmano Sancho + Teatro Teatro Diogo Bernardes

+ Teatro

Em março, mês do teatro, em que a 27 se celebra o Dia Mundial do Teatro, serão apresentados vários espectáculos de teatro e de entre eles A Última Estação, de Elmano Sancho, no dia 22, às 22h00, no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima.

Na origem de A Última Estação encontra-se o assassino em série norte-americano Ted Bundy (1946-1989) — ou, mais exactamente, as semelhanças físicas entre este homem e Elmano Sancho. Da mesma forma que Bernard-marie Koltès ficou obcecado pelo rosto de Roberto Succo, quando viu uma foto sua no metro de Paris, também o actor e autor português se lançou a investigar a vida de Ted Bundy, que matou mais de 35 mulheres.
A dada altura, Elmano Sancho guardou o retrato do assassino junto às suas próprias fotografias, até que um dia alguém confundiu o seu rosto com o do criminoso. Foi esse o ponto de partida para uma reflexão sobre a violência e o desejo de transgressão na vida e na arte. A Última Estação interpela o conceito de dibukk, que na mitologia judaica representa o espírito ou o demónio que habita o corpo de cada um de nós, e apresenta a estrutura da Via Crúcis, as estações da Paixão de Cristo: a condenação à morte anunciada abre caminho a uma via dolorosa que culmina na inumação, mas que aspira à ressurreição, a XV e última estação.

Autoria: Elmano Sancho
Interpretação: Elmano Sancho, Cheila Lima, Isadora Alves, Márcia Branco e Mónica Cunha
Espaço cénico e figurinos: Renata Siqueira Bueno com a colaboração de Roberto Bueno e Liana Axerud
Desenho de Luz: Alexandre Coelho
Produção executiva: Nuno Pratas
Coprodução: Culturproject e Lobo Solitário

Horário:

22h00

Local:
Teatro Diogo Bernardes
Preço:
4,00 €
Informação adicional:

Os bilhetes (4,00€) serão disponibilizados a partir das 9h00 do próximo dia 20 de fevereiro (quarta-feira).

O número máximo de entradas a adquirir será de 4 bilhetes por pessoa, apenas no caso de existirem filas para a procura dos mesmos, podendo ir até ao máximo de 6 bilhetes por pessoa no caso de espectadores que pretendam adquirir a totalidade de lugares de uma frisa ou camarote de 1.ª classe ou camarote de 2.ª classe, com esse número de lugares (6 lugares), conforme constar na planta de lugares publicitada na Bilheteira do Teatro Diogo Bernardes e no website municipal, também apenas no caso de existirem filas para a procura dos mesmos (http://www.cm-pontedelima.pt/thumbs/uploads/writer_file/image/2230/MapaTDB_Final_1_1024_2500.jpg).

Relativamente aos pedidos realizados por correio electrónico, apenas serão atendidos os recebidos a partir da hora e data de disponibilização na bilheteira física, divulgada no mural oficial do facebook, nas mesmas condições acima indicadas e após serem satisfeitas as aquisições presenciais.

Maiores de 16 anos.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.