Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

municipio

ON2 - O Novo Norte

on.2

  • NORTE-09-0352-FEDER-000031 - Repositório Digital

    Custo Total Elegível: 50.262,10 €
    Comparticipação FEDER: 42.722,79 €

    A operação destinou-se à aquisição de um servidor e aplicação informática com vista à criação de um Repositório Digital institucional. O elevado número de recursos digitais do Arquivo Municipal, guardados antes em suportes frágeis, veio colocar desafios ao nível da sua preservação, conservação e manuseamento de um espólio arquivístico de elevado valor histórico. O Arquivo Municipal de Ponte de Lima conta hoje com uma coleção arquivística patrimonialmente assinalável, servindo de base para inúmeros estudos relevantes para história local, para a história nacional, naquilo que é o municipalismo medieval português.

    Na Operação foram englobadas duas vertentes, de início, o depósito, gestão e acesso à informação dos documentos digitalizados do arquivo. De seguida a adoção de estratégias para a criação de valor acrescentado no sistema de informação com base no desenvolvimento de uma framework de serviços de informação. Esta permitirá o acesso corrente, a salvaguarda do património informacional, cultural e etnográfico do concelho de Ponte de Lima.

  • NORTE-09-0352-FEDER-000046 - Reequipamento do Teatro Diogo Bernardes

    Custo Total Elegível: 166.635,13 €
    Comparticipação FEDER: 141.639,86 €

    A operação consiste em dotar o Teatro Diogo Bernardes de equipamentos mais modernos e adequados à evolução e diversificação dos eventos e actividades culturais que o Município de Ponte de Lima tem levado a cabo desde há uns anos esta parte. Atendendo ao facto de que existe uma necessidade premente de reequipar o equipamento cultural face às actuais necessidades, a operação pretende dar continuidade às medidas de modernização do Teatro eliminando algumas barreiras tecnológicas e facilitando uma boa performance nas montagens dos espectáculos e realizando as suas actividades com outras condições técnicas, até agora não possíveis.

    A implementação desta candidatura é um factor importante para a apresentação de novas propostas artísticas, para uma nova forma de promoção e para a constituição de um acervo audiovisual da história dos espectáculos e dos eventos realizados no Teatro Diogo Bernardes.

  • NORTE-09-0352-FEDER-000073 - CULTREDE

    Custo Total Elegível: 116.813,00 €
    Comparticipação FEDER: 96.429,13 €

    A CULTREDE é uma rede cultural que congrega dezoito municípios de todo o país (4 NUT’s II) abrangendo uma população de 816.727. Integram a CULTREDE os concelhos de Alcanena, Alcochete, Alijó, Castelo Branco, Estarreja, Figueira da Foz, Gouveia, Leiria, Nisa, Oeiras, Paredes de Coura, Pombal, Ponte de Lima, Rio Maior, Santarém, Santiago do Cacém, Seia e Sesimbra.

    A CULTREDE estruturou-se e desenvolveu-se a partir duma rede informal já existente desde 2006 e tem como objectivos:

    • contribuir para que a cultura e o conhecimento se afirmem como dimensões estruturantes do desenvolvimento local;
    • promover o desenvolvimento cultural das comunidades;
    • estimular a difusão das artes e ampliar o acesso das populações à fruição e criação culturais;
    • descentralizar,diversificar e qualificar a oferta cultural;
    • favorecer e apoiar a itinerância de projectos artísticos; promover a articulação entre as políticas públicas locais de cultura e educação desenvolvendo projectos de educação pela arte e para a cidadania;
    • promover a disseminação de boas práticas de programação e gestão cultural, desenvolvendo e disponibilizando programas de formação e garantindo apoio técnico e de gestão às organizações culturais dos parceiros;
    • contribuir para a criação de emprego, para a dinamização do mercado cultural e para a qualificação dos agentes culturais locais;
    • garantir a rentabilização de recursos e a criação de economias de escala.
  • NORTE-09-0352-FEDER-000077 - CULTREDE II 2011 - 2013

    Custo Total Elegível: 130.225,00 €
    Comparticipação FEDER: 110.691,25 €

    A CULTREDE é atualmente uma rede cultural que congrega 19 municípios, 4 NUTS II abrangendo uma população de aproximadamente 800 000 habitantes.

    Integram-na os concelhos de Alcanena, Alcochete, Alijó, Castelo Branco, Estarreja, Figueira da Foz, Gouveia, Leiria, Nisa, Oeiras, Paredes de Coura, Pombal, Ponte de Lima, Póvoa de Lanhoso, Rio Maior, Santarém, Santiago do Cacém, Seia e Sesimbra. Este segundo projeto surge logo após a conclusão do período 2008-2010 e mantém os propósitos da candidatura, baseados na itinerância de projetos artísticos e na articulação de políticas públicas culturais ao nível local, de modo a que o conhecimento cultural se afirme como dimensão estruturante do desenvolvimento local e das comunidades abrangidas.

  • NORTE-09-0137-FEDER-000004 – PROTEC|GEORISK – Proteção Civil e Gestão de Riscos no Alto Minho

    Custo Total Elegível: 39.940,56 €
    Comparticipação FEDER: 33.949,48 €

    Em termos de ambiente temático, pretende-se identificar e caracterizar o território e os meios associados à Proteção Civil, no sentido de as relacionar com um conjunto de temas que à partida contribuem para a ocorrência de eventos catastróficos de origem natural, tecnológica ou humana. Neste sentido, este projeto visa avaliar as causas e os impactes destas situações de risco sobre o funcionamento territorial, ao relacionar o território e as suas particularidades com os diversos componentes representados em temas de informação geográfica, recorrendo a metodologias específicas e à tecnologia SIG, produzindo e validando os Planos Municipais de Emergência de Proteção Civil (PMEPC).

  • NORTE-09-0230-FEDER-000084 – Plano de Valorização dos Serviços dos Ecossistemas da Região Biogeográfica Atlântica - VERBA

    Custo Total Elegível: 330.000,00 €
    Comparticipação FEDER: 280.500,00 €

    Os objetivos da operação resumem-se essencialmente na avaliação e monitorização ecológica da bacia do Lima e Minho e a definição das formas de intervenção a realizar para privilegiar a recomposição integrada doa habitats ribeirinhos. As ações previstas no âmbito da operação e que o Município de Ponte de Lima assume papel primordial, passam por uma intervenção de requalificação das margens, realização de estudos complementares de execução e a criação de centros de divulgação ambiental. A operação visa potenciar e divulgar o património ambiental e histórico associado ao rio Lima e aos recursos hídricos.

    Concretamente a intervenção em Ponte de Lima, consubstanciou-se no reforço do "Espaço de Lazer Náutico", beneficiando as populações nas vertentes lúdicas, de lazer e desportivas, na construção de observatórios da fauna e flora, assim como passadiços de acesso e sinalização, e na sensibilização social quanto aos recursos hídricos – “Centro de Informação do Lima”. Aliado à componente revitalizadora ao nível económico e social, a execução do projeto, passou também, por ações de revegetação, remoção de espécies infestantes, controlo da vegetação espontânea e estabilização das galerias ripícolas de forma a criar condições para a manutenção das espécies vegetais e animais.

  • NORTE-07-0666-FEDER-000016 – Modernização Tecnológica do Ensino Minho-LimaM

    Custo Total Elegível: 95.609,69 €
    Comparticipação FEDER: 76.487,75 €

    A presente operação visa o apetrechamento tecnológico das escolas do primeiro ciclo do ensino básico nos municípios que integram a CIM Alto Minho, através da colocação de sistemas de vídeo vigilância e da dinamização das TIC nas salas de aula, com a criação de uma rede de acesso à internet (“Rede de Área Escolar”) e a instalação de quadros interativos. Nesse sentido estão previstas um conjunto de ações que visam consolidar os investimentos realizados com a construção dos novos centros educativos.

  • NORTE-08-0569-FEDER-000039 – Enoturismo MINHO IN II

    Custo Total Elegível: 429.077,44 €
    Comparação FEDER: 299.654,00 €

    Na sequência da candidatura apresentada e aprovada Enoturismo MINHO IN cujos objetivos e ações se prendem, sobretudo, com a qualificação do produto enoturístico Rota dos Vinhos Verdes, a CVRVV candidata agora o projeto Enoturismo MINHO IN II, cujos objetivos são a promoção da Rota dos Vinhos Verdes e dos seus aderentes, a captação de novos públicos e a monitorização da qualidade e serviços da Rota. Este projeto revela-se essencial na estratégia de valorização do produto endógeno por via da da ação de marketing e de promocional, relevando a importância desse papel para a atração de público profissional, operadores turísticos, mas também ao público em geral, permitindo captar turistas para a região do MINHO.

  • NORTE-08-0269-FEDER-000010 – Programa de comunicação e promoção do Centro de Mar

    Custo Total Elegível: 53.000,00 €
    Comparticipação FEDER: 45.050,00 €

    O Centro de Mar assume-se como um projeto dinamizador de atividades económicas ligadas ao mar da região, constituindo-se como núcleo de afirmação estratégica da região promotora e impulsionador do desenvolvimento de toda uma rede de atividades que integram os três elementos base da região: o mar, a serra e os rios.

    A candidatura, conjunta a vários municípios, pretende desenvolver atividades ligadas ao Turismo, incluindo desportos náuticos e náutica de recreio, como elemento transversal e estruturante do conjunto de atividades do Centro de Mar; a investigação do Mar, como atividade complementar e de procura de valorização do mar (e dos rios) como recurso endógeno da região; e a formação/certificação, como ferramenta básica para a qualificação dos recursos da região.

  • NORTE-08-0169-FEDER-000115 – Loja Interativa do Turismo de Ponte de Lima

    Custo Total Elegível: 158.925,31 €
    Comparticipação FEDER: 135.086,51 €

    Candidatura referente à nova Loja Interativa de Ponte de Lima, numa pareceria entre o Município de Ponte de Lima e a Entidade Regional de Turismo do porto e Norte de Portugal. Visa dispor um conjunto de valências tecnológicas, nomeadamente duas promotoras virtuais/totem, um ecrã panorâmico, uma mesa interativa multi-touch, entre outros recursos, de apoio à atividade turística no concelho.

  • NORTE-07-0765-FEDER-000399 – Upgrade Energético Piscina Arca

    Custo Total Elegível: 285.447,00 €
    Comparticipação FEDER: 199.812,90 €

    Os elevados consumos energéticos de alguns equipamentos municipais, designadamente das piscinas municipais, e as suas elevadas emissões de CO2 associadas, essencialmente, a sistemas de climatização baseados na queima, direta ou indireta, de combustíveis fósseis, torna a implementação de medidas de eficiência energético-ambiental prioritárias, no âmbito do Plano de Ação para a Promoção da Energia Sustentável no Norte de Portugal.

    Atendendo ao perfil particularmente energívoco da Piscina Municipal de Ponte de Lima, a candidatura visa melhorar o desempenho energético-ambiental deste equipamento desportivo através da implementação de um conjunto de medidas de eficiência energética e de aproveitamento de fontes de energia renováveis.

  • NORTE-07-0765-FEDER-000401 – Upgrade Energético Piscina de Freixo

    Custo Total Elegível: 157.438,00 €
    Comparticipação FEDER: 110.206,60 €

    Os elevados consumos energéticos de alguns equipamentos municipais, designadamente das piscinas municipais, e as suas elevadas emissões de CO2 associadas, essencialmente, a sistemas de climatização baseados na queima, direta ou indireta, de combustíveis fósseis, torna a implementação de medidas de eficiência energético-ambiental prioritárias, no âmbito do Plano de Ação para a Promoção da Energia Sustentável no Norte de Portugal.

    Atendendo ao perfil particularmente energívoco da Piscina Municipal de Freixo, a candidatura visa melhorar o desempenho energético-ambiental deste equipamento desportivo através da implementação de um conjunto de medidas de eficiência energética e de aproveitamento de fontes de energia renováveis.

  • NORTE-09-0347-FEDER-000178 – Reparação e Beneficiação da Ponte Romana de Estorãos

    Custo Total Elegível: 40.544,63 €
    Comparticipação FEDER: 34.462,94 €

    A operação teve como objetivo a recuperação e o restauro da Ponte Romana de Estorãos em Ponte de Lima. Em causa está um imóvel de interesse municipal (Decreto nº 129/77, DR, 1ª série, Nº226 de 29 de Setembro de 1977) que se encontrara em risco de ruir. As fortes chuvadas ocorridas no final de 2012 e início de 2013 fizeram subir substancialmente o caudal do Rio Estorãos, destruindo um talha-mar da Ponte Romana de Estorãos e colocando em risco a sua própria integridade conforme conhecida.

    A preservação, valorização e promoção do património irá contribuiu em primeiro lugar para o desenvolvimento regional e capacitação da comunidade, bem como para a dinamização da procura de bens culturais, ou ainda, a preservação de itinerários ou circuitos turísticos existentes.

  • NORTE-09-0230-FEDER-000128 - BIOLANDSCAPE – Alto Minho | Visitação de Paisagens Biodiversas e Turismo Sustentável no Alto Minho

    Custo Total Elegível: 185.204,75 €
    Comparticipação FEDER: 157.424,04 €

    A intervenção no âmbito da candidatura promove a valorização sustentável do turismo de natureza no território do Alto Minho através da prossecução dos seguintes objetivos específicos:

    • reconhecimento das paisagens e percursos sustentáveis;
    • valorização da rede de percursos verdes cicláveis e pedestres;
    • qualificação e capacitação das estruturas de receção e apoio à visitação;
    • valorização, gestão ativa e preservação da rede de biodiversidade presente no território.
  • NORTE-10-0241-FEDER-000645 – Qualificação dos Espaços Públicos do Centro Histórico de Ponte de Lima

    Custo Total Elegível: 895.263,77 €
    Comparticipação FEDER: 760.924,20 €

    A Operação de Qualificação dos Espaços Públicos do Centro Histórico, integra duas intervenções de valorização e requalificação em duas das mais emblemáticas artérias deste espaço, Avenida António Feijó e Avenida 5 de Outubro ou dos Plátanos.

    O conjunto da intervenção consistirá na beneficiação de toda a pavimentação, que se encontrava em avançado estado de degradação, no redesenho dos espaços de circulação automóvel e pedonal, no aumento dos espaços de circulação pedonal que convidem à permanência, na valorização da frente ribeirinha enquanto espaço de lazer de realização de importantes atividades económicas, como é o caso da Feira Quinzenal de Ponte de Lima e no aumento da permeabilização do solo.

  • NORTE-10-0241-FEDER-000776 – Centro Histórico de Ponte de Lima – Requalificação da Rua da Fonte da Vila

    Custo Total Elegível: 69.684,40 €
    Comparticipação FEDER: 59.231,74 €

    A Operação de Requalificação da Rua da Fonte da Vila, no Centro Histórico de Ponte de Lima, integrada na Área de Reabilitação Urbana a que se refere a alínea a) do n.º 1, do artigo 2.º do RERU (aprovada e publicada em Diário da República, 2.ª série – N.º 13 – 18 de Janeiro de 2012), centra-se na valorização e requalificação de uma das mais emblemáticas artérias, em termos patrimoniais e históricos deste espaço, propondo-se a redução da faixa de circulação automóvel e a repavimentação das zonas de circulação pedonal com a substituição do lajedo de granito. Com a redução das faixas de circulação automóvel, aumenta-se o espaço dedicado às pessoas favorecendo a circulação pedonal e o usufruto do espaço público.