Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

municipio

Boletim Municipal, Nº 9, julho de 1999

Boletim Municipal
Bm9 1 1024 2500

Editorial

Com o aproximar do final do milénio o concelho de Ponte de Lima vai adquirindo uma importância crescente, no contexto do desenvolvimento do Alto Minho e mesmo da própria região Norte.

Apesar da falta de políticas de fundo que estanquem a triste realidade da desertificação das zonas rurais e do interior do país, Ponte de Lima tem avançado em alguns sectores do desenvolvimento e apresenta hoje uma tendência para um claro crescimento demográfico, evidenciado pelos últimos dados estatísticos, constituindo assim uma rara exceção no panorama da região.

A recente conclusão de alguns equipamentos de índole cultural e desportiva, a .somar à renovação quase total do parque escolar do concelho, não podem deixar de constituir a melhor celebração dos vinte e cinco anos de vitalidade do Poder Local que contribuíram decisivamente para a transformação social e económica do concelho.

A construção de uma quase completa Rede Viária Municipal que se materializa hoje em mais de 600 quilómetros de vias, a par da eletrificação das cinquenta e uma freguesias do concelho, constituem uma assinalável melhoria das condições de vida das populações e da criação das oportunidades de desenvolvimento integrado de todo o concelho.

O objetivo de completar o abastecimento de água em todo o concelho deverá ser assegurado antes do final do 2.° milénio, podendo igualmente afirmar-se que o saneamento básico deverá cobrir nos próximos quatro anos a orla ribeirinha do Lima, onde é maior a concentração urbana e onde aquele serviço básico se apresenta necessário e fundamental.

Este é, sem dúvida, um dos contributos mais expressivos da autonomia do Poder Local, e um trabalho de muitos, alguns desaparecidos do mundo dos vivos, que deram o melhor do seu esforço para que o desenvolvimento do concelho fosse uma realidade visível e não um mero rol de intenções.

É essa a melhor compensação para os autarcas que participaram na Câmara, na Assembleia Municipal, nas juntas e Assembleias de Freguesia na apresentação das ideias e na concretização das obras que fizeram aquilo que é hoje Ponte de Lima.

Será a continuidade desse esforço e desse trabalho que fará o nosso Concelho ainda maior e mais justo para todos quantos nele escolherem viver ou conviver.

É esse o melhor tributo ao 25 de abril e ao Poder Local.

Daniel Campelo
Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima

Boletim

Boletim Municipal, N.º 9, 1999